quinta-feira, 3 de abril de 2014

Workshop de Massagem com Kindala Rocha

Sessão de estica, aperta e esfrega, com resultados mais que óptimos! 



O flyer com informações está aqui, para mais informações por favor contactar centrodeayurveda@gmail.com. Os interessados devem contactar para fazer a pré-inscrição.

quarta-feira, 12 de março de 2014

O efeito dos 6 sabores sobre os doshas

A Ayurveda baseia a sua ciência nutricional nos efeitos produzidos pelas seis classes de sabores que contêm os alimentos. O termo sabor aplica-se não somente à percepção das papilas gustativas (Rasa, a primeira sensação do alimento ao tocar a língua), mas também na sua temperatura (Virya, a sensação de quente ou frio que ocorre durante a digestão), e sua reação final causada no estômago (Vipak, o efeito pós-digestivo dos alimentos).
 E dependendo da sua constituição, cada sabor tem um determinado efeito sobre os doshas.
  • Madhura (Doce) é constituido por Terra e Água
  • Amla (Azedo/Ácido) por Fogo e Terra
  • Lavana (Salgado) por Fogo e Água
  • Katu (Picante) por Fogo e Ar
  • Tikta (Amargo) por Ar e Éter
  • Kashaya (Adstringente) por Terra e Ar



Na imagem é possível ver também em que parte da língua se sentem e alguns alimentos comuns de cada um.

De uma forma geral:
Doce
Intensifica os elementos do corpo, é frio, untuoso, fresco, lento e pesado. Dá untuosidade ao corpo, eliminando secura, e longevidade. Acalma os sentidos, aumenta a força e a constituição.
Em excesso: diminui o fogo digestivo, gera cansaço, preguiça, peso no corpo e despigmentação da pele. Aumenta tosse, gripe, bronquite, sono, obesidade e necessidade de urinar.

Azedo
Activa a digestão e dá mais gosto aos alimentos. É refrescante, mas aumenta a sede porque seu Virya é quente, aumentando o calor. É um sabor associado a substâncias medicamentosas.
Em excesso: é preciso ter cuidado com a quantidade ingerida deste sabor, principalmente do álcool, do vinagre e dos vinhos, pois podem causar grandes desequilíbrios. Aumentam a pressão e a hemoglobina, produzem pus, aumentam o vermelho e o amarelo da pele pelo aumento de Pitta. Causam doenças do sangue, anemia, furúnculos, herpes, tontura, comichões, sede, sangramento e acidez.

Salgado
Dá gosto aos alimentos, abre o apetite e desperta o fluxo de saliva e sucos gástricos. É quente como Pitta mas também é associado a Kapha pelas características de oleosidade e peso, pois torna os tecidos orgânicos mais pesados devido a aderência das moléculas de água. Emocionalmente, o sal estimula e dá gosto à vida.
Em excesso: faz reter água no corpo, pode causar alguns tipos de lepra, úlceras, gangrena, purgações. Causa queda de cabelo e o torna as pessoas grisalhas. Se for sal refinado, causa enrijecimento dos músculos, seca a pele, aumenta a sede, causa fadiga e coloração pálida, provoca rugas e gota.

Picante
Intensifica o calor do corpo, amacia todos os elementos do corpo. É áspero, leve, agudo, quente, ajuda nos problemas de Kapha diluindo o muco. Combate as infecções bucais, diminui a untuosidade, a humidade, a urina e o suor, estimula a digestão aumentando a absorção dos alimentos, aumenta Agni. Abre os canais, purifica o sangue e o corpo,  ajuda a eliminar coágulos do sangue e a eliminar vermes. Combate a obesidade e a letargia, dá coragem, brilho e determinação.
Em excesso: resseca, perturba todos os problemas de Pitta. Perturba a digestão, aumenta a bílis, emagrece, causa ardor por todo o corpo, tremores e debilidade, diminui a fertilidade. Pode causar úlcera gástrica, tontura e inconsciência.

Amargo
É o melhor remédio para equilibrar Pitta, diminui Kapha e aumenta Vata. Melhora as doenças da pele, recupera os sabores, diminui a sede, aumenta a digestão e a força, aumenta a assimilação dos alimentos e melhora o apetite, reduz ulcerações e vertigens Actua como antioxidante e germicida, é leve e frio. Proporciona estabilidade emocional, melhora a intolerância, elimina irritabilidade e a raiva.
Em excesso: causa debilidade e inconsciência, aumenta a aspereza, magreza, estado de choque, causa secura, reduz a medula óssea e o sémen, pode causar tontura, queimaduras na garganta e desequilibra o sistema nervoso.

Adstringente
É muito leve, seco, forte, arrefece e limpa o corpo. Aumenta Vata, equilibra Pitta e reduz Kapha. O elemento terra na sua composição estabiliza o dosha e o elemento ar movimenta o dosha. Tem acção sedativa, mas causa obstipação, constrição dos vasos sanguíneos e coagulação do sangue. Seca a humidade interna do corpo e é um bom antídoto para Kapha. Fortalece a constituição, é bom na cura de tumores, paralisia e problemas de Vata diminuído.
Em excesso: faz perder peso sem saúde, resseca o corpo e a boca, causa distensão, obstrução da fala, pode afectar o coração se consumido em excesso, diminui esperma; destruição dos canais, principalmente intestinais.

As pessoas com constituição ou desequilíbrio de Vata não devem exagerar nos sabores amargo, picante e adstringente em excesso, pois aumentam o ar e têm a tendência para causar gases. Alimentos de sabor e reacção doce, azedo/ácido e salgado são bons para Vata.
Igualmente, as pessoas de constituição ou desequilíbrio de Pitta não devem exagerar nos alimentos azedo/ácido, salgado e picante pois, agravam o seu fogo. No entanto, os sabores, doce, amargo e adstringente são benéficos para Pitta, pois equilibram e reduzem o excesso de fogo.
As pessoas de constituição ou desequilíbrio de Kapha não devem exagerar nos alimentos de sabores doce, azedo/ácido e salgado, pois aumentam a água no corpo. Os sabores mais indicados são: picante, amargo e adstringente, pois geram calor e secura para o excesso de líquido de Kapha.

Sendo que o sabor nem sempre é como o sentimos no palato, vejam na tabela quais os sabores que compõem parte dos vossos pratos.

segunda-feira, 10 de março de 2014

The Yoga of Herbs


277303


Mais um título para a nossa biblioteca, desta vez de 2 grandes nomes da Ayurveda fora da Índia, Dr. David Frawley e Dr. Vasant Lad.

Trata-se de um guia profundo sobre o herbalismo ayurvédico, referindo os pontos em que este difere do ocidental, mas não é apenas uma listagem de plantas e suas propriedades, é um exaustivo compêndio de informação, práticas e técnicas para trabalhar com plantas.

Sigam o link aqui ou então consultem a nossa lista de títulos disponíveis na nossa biblioteca, à direita.

Aconselho vivamente!

Por favor avisem se algum dos links da biblioteca (ou outro) não está a funcionar.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Doshas em Ayurveda

Éter, Ar, Fogo, Água e Terra, os cinco elementos básicos, manifestam-se no corpo humano como três princípios ou humores, conhecidos como Tridosha. O microcosmo possui três principais: Vata – Pitta – Kapha. Vata surge do ar e do som; Pitta surge do fogo e da água; Kapha surge da água e da terra.
Assim como as necessidades físicas do corpo (urina, fezes e suor), também Vata, Pitta e Kapha só podem manter o corpo saudável quando fluem continuamente para fora dele, mantendo o seu equilíbrio recíproco. A urina é um importante veículo para livrar o corpo do excesso de Kapha; o suor arrasta o excesso de Pitta e as fezes do excesso de Vata. A adequada eliminação dessas substâncias, ajuda a manter os níveis saudáveis dos Doshas dentro do corpo. Só quando Vata, Pitta e Kapha se desequilibram advém a enfermidade.
Quando um organismo é saudável, a sua capacidade de adaptação é grande, a sua digestão poderosa e ocorrem poucos resíduos metabólicos; ao contrário, na má saúde, prevalecem os resíduos. a saúde rege-se pelo princípio de que o semelhante aumenta o semelhante. as pessoas saudáveis tendem a "acumular" mais saúde e as enfermas a adoecer mais vezes, a menos que mudem os seus padrões de comportamento.

Vata está a cargo de tudo o que se movimenta no corpo e na mente. A causa de qualquer movimento, desde o de uma molécula até ao de um pensamento, é Vata quem controla.
Vata impulsiona o alimento através do tubo digestivo; se o trânsito é demasiado lento ou demasiado rápido, a digestão, a assimilação e a eliminação vão ressentir-se disso. Vata contribui também com a combustão do alimento, ao soprar sobre certos órgãos para favorecer a secreção de sucos gástricos. Se o vento é insuficiente, significa insuficiência das secreções; quando há excesso de vento, apaga o fogo.

Pitta está a cargo de todas as transformações do organismo. A assimilação dos alimentos pelo intestino, da luz pelos olhos, os dados sensoriais pelo cérebro, são exemplos de actividades de Pitta.
Pitta decompõem os alimentos, preparando-os para a assimilação; o excesso ou a insuficiência de Pitta dificulta o processo.


Kapha é a influência estabilizadora do ser vivo, lubrifica e mantém as suas diversas actividades que, tal como as de Vata e Pitta, estão inter-relacionadas.Kapha lubrifica o intestino; igual a uma panela, contém os alimentos e mantém o fogo digestivo; o transtorno de Kapha quebra os resultados da digestão.

A menor célula do corpo tem uma estrutura tão complexa quanto qualquer organismo; ingere alimentos, digere-os e expulsa-os do processo. A vida é inconcebível sem estas três actividades: movimento, metabolismo e estabilidade ou energia cinética (Vata), energia potencial (Kapha), e força que regula a conversão de um elemento ao outro (Pitta). Tanto o combustível (Kapha) como a ignição (Pitta) e o ar que alimenta a combustão (Vata) são essenciais para acender o fogo. Se qualquer um deles falta, não se acenderá a chama.

Tanto Vata como Pitta são ligeiros, só Kapha é pesado. Tanto Vata como Kapha são frios, só Pitta é quente. Tanto Pitta como Kapha são húmidos, só Vata é seco. Quase sempre, qualquer coisa seca aumenta Vata  qualquer coisa quente aumenta Pitta e qualquer coisa pesada aumenta Kapha.
No cérebro, Vata encarrega-se da memória, do movimento dos pensamentos desde o armazenamento até à consciência do momento presente e de volta ao arquivo.
Pitta controla o conhecimento, a transformação da matéria prima (dados sensoriais) no pensamento, discernimento, a comparação dos pensamentos dá como resultado uma conclusão.
Kapha proporciona a estabilidade necessária para que a mente funcione de forma coerente. Quando os três Doshas actuam juntos em harmonia, a mente harmoniza-se; e quando estão desequilibrados, a mente desequilibra-se.
A perturbação destas forças essenciais cria perturbações emocionais: no caso de Vata, especialmente medo e ansiedade; em Pitta, sobretudo a raiva e inveja e em Kapha, principalmente avidez e apego excessivo.
As emoções que a pessoa sente influenciam de modo directo o físico; as flutuações corporais alteram as emoções. Os cientistas têm demonstrado que, quando uma pessoa modifica a sua expressão facial, essa nova posição adoptada pelos músculos modifica o fluxo do sangue nas diversas partes do cérebro, modificando efectivamente o funcionamento da consciência. Por exemplo, se conseguirmos que uma criança enfurecida sorria, mesmo que seja um pouco, em geral ela deixará de fazer birra. Desta maneira, existe continuamente uma influência recíproca entre os diferentes níveis de nosso ser.

As diferenças na consciência do ser humano crescem de acordo com o seu ambiente, seja ele rural ou urbano. Climas húmidos como montanhas tropicais e chuvas produzem kapha e doenças como constipações e tosses. Enquanto que os locais quentes e áridos, com pouca água, quase sem chuvas produzem desequilíbrio de vata e pitta. Lugares que são considerados pacíficos equilibram os três Doshas. 

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Xô Mosca... e outros insectos!



Eu sei que alguns têm a sorte de só ter de lidar com comunidades inteiras de moscas, formigas e outros seres vivos de diminutas proporções mas vasta disseminaçãoo nos meses mais quentes do ano. Já eu não, bom mesmo é tê-las por perto todos os dias, todo o dia, ou pelo menos é isso que esta vizinhança de várias patas parece pensar. Não me largam a porta, o espaço aéreo e o pote de mel.
Químicos, só se vier aí a marabunta mas mesmo assim é preciso pensar no caso. Só resta apelar a práticas mais antigas.
Descobri que para as formigas o vinagre é tiro-e-queda. Tentei dar-lhes sal mas parece que os minerais lhes vieram bem pois a procissão para Santiago das Bolachas lá continuou e o sal desapareceu... nem vê-lo! Pelos vistos a bicharada não gosta do aroma avinagrado e, no caso das formigas, dá-lhes cabo dos rastos de sinais químicos que deixam umas para as outras, a ponto de não saberem para que lado é o ninho e para que lado a vassoura as varre para a rua, fiquei muito bem impressionada.

Já as moscas, de teimosia louvável, natureza muito pouco cordata e manobras esquivas, parece que não saem nem por obra e graça de Deus Nosso Senhor. É mesmo como já ouvi dizer, entram por qualquer nesga e não saem nem com a janela escancarada (prática, aliás, comum entre políticos e outros altos dignatários da nossa praça). Eu vou continuar o meu método infalível mas, como não é só com vinagre que se apanha moscas, cá vos deixo uma lista de métodos, cada qual com o seu mérito (ou não, depois me dirão).

http://www.wikihow.com/Get-Rid-of-Flies-in-the-House

Boa caçada!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Fornecedores de Cera de Abelha

Bom dia!

Como é costume perguntarem-me onde comprar alguns ingredientes usados tanto nos cursos como para fazermos os produtos que vendemos, deixo ficar alguns contactos de fornecedores de cera de abelha, com os preços praticados no último ano. Ainda que nem todos exijam ligar antes, aconselho vivamente a fazerem-no para confirmar se há em stock e o preço, que entretanto pode ter mudado.


Quinta dos 7 Nomes: costuma cobrar 10€/kg, a cera vem em bloco ou queijo, de um produtor de boa qualidade. A Quinta fica localizada em Sintra, perto de Colares.

A Fulgor, Produtos Químicos, Lda.: em Camarate, vende a cera a 7,5€/kg + IVA (fica em 9,23€/kg), e blocos de 5 kg. É também preciso ligar um dia antes para confirmar se há em stock e combinar a recolha. (21 947 1191)

Happy Herbal Pharmacy: cobra 9€/kg por cera de muito boa qualidade em bloco. Esta fornecedora pode entregar nalguns locais da área de Lisboa e Cascais, se for da conveniência de todos, senão pode mandar pelo correio, cobrando os custos de portes (ver tabela dos CTT. Até 2 kg pode ser mandado como carta, a partir daí já é uma encomenda e os preços até 5 kg são de 4,10€). Para além da cera vende também outros produtos de apicultura tais como mel (7€/kg), própolis (50€/kg) e pólen (30€/kg). Todos os produtos são vendidos tanto em pequenas como grandes quantidades. (92 744 1149)

Agriloja: à semelhança de outros armazéns de produtos para agricultura, esta cadeia de lojas vende cera em folha ou placa moldada, na quantidade que se pretender. O preço era, há alguns meses atrás, de 10,25€ mas pode já ter aumentado. É particularmente fácil de usar para quem quiser fazer velas de cera de abelha.